Cozinhando com Vinho Antes, Durante e Depois!

07 de janeiro - 2021

Cozinhando com Vinho Antes, Durante e Depois!

O vinho é indispensável para a culinária. Simples assim. E não somente acompanhando o cozinheiro na empreitada. Ele pode e deve ser utilizado no preparo dos seus pratos favoritos, inclusive, é bastante provável que eles fiquem ainda melhores se o vinho adequado ou um exemplar de melhor qualidade for usado. Quem nunca ouviu que  “só se usa na comida um vinho que se beberia à mesa” ?  Concordamos totalmente. E mais! Acreditamos que não se deve ter pena na quantidade. Seja generoso que o resultado final também o será, em aromas e sabores.

Vinho de Cozinha Existe?

Sim. Há variedades e estilos de vinhos pensados exclusivamente para o uso culinário.  Várias empresas têm se especializado em dedicar parte da sua estrutura para a produção de rótulos que são indicados apenas para a cozinha. A grande vantagem deles é, indiscutivelmente, o preço. Ao invés de ver parte do vinho escolhido para escoltar a refeição indo panela adentro, tem-se um exemplar somente para o preparo do prato. São produtos feitos e pensados para suportar um bom tempo abertos na geladeira e que não mudam sob mudanças drásticas de temperatura de armazenamento, visto que contam com a adição de conservantes e outros ingredientes pensados para dar mais sabor aos pratos. Não devem ser bebidos, diga-se de passagem.

Existem, também, vinhos que com o tempo passaram a ser conhecidos como “culinários”, no entanto, não nasceram especificamente com essa atribuição em mente. Um exemplo bastante famoso é o italiano Marsala. Dos tipos seco e doce, cozinha-se com esse tradicional vinho siciliano desde que foi criado, o que se estima ter ocorrido no século XVIII. Muito popular nas cozinhas da Sicília, ultrapassou fronteiras e se viu incluído em uma infinidade de receitas mundo afora. Embora contribua - e muito - no sabor de tanto pratos doces quanto salgados e seja um verdadeiro sucesso entre os cozinheiros, aprecia-se, sim, um bom Marsala como acompanhante das refeições e sobremesas muito mais na taça no que na frigideira.

E Cozinha Sem Vinho?

Pode até ser que sim, mas não recomendamos!

Todas as nossas dicas de harmonização ganham muito quando preparadas com vinho, e, invariavelmente, também com o vinho que está sendo comprado!

Quando o álcool evapora - ele sempre evapora com pouquíssimos segundos de aquecimento, sem representar perigo algum para crianças, por exemplo - cria-se novas camadas de sabor nas receitas, algo que outros líquidos não são capazes de fazer. Um bom risoto ganha nova vida com um pouco de vinho branco; um bouef bourguignon faz o mesmo com os tintos. Em um primeiro momento, brasato al Barolo soa como sacrilégio, mas fica dos deuses se o néctar do Piemonte entrar no preparo.

Aproveite, e cozinhe sem moderação!

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

17 de Abril é o Malbec Day!

17 de Abril é o Malbec Day!

O 17 de Abril é um delicioso marco no moderno Calendário do Vinho, esperado anualmente com ansiedade pelos enófilos de todo o planeta.Comemora-se mundialmente nesta data o Malbec World Day, que mobiliza apreciadores da bebida de Baco e Dionísio a voltarem seus olhos para a casta, celebrando-a sorvendo uma bela taça de tinto.A uva, que fez morada na Argentina, tem origem francesa, em Cahors, no sudoeste do país, e lá não era considerada das mais nobres. Chamada na França também de Côt, viu um fenômeno de popularidade acontecer na América do Sul; talvez o maior de que se tem notícia no mundo do vinho. Comparável à fama que a Sauvignon Blanc adquiriu em Marlborough, na Nova Zelândia, e a onipresente Cabernet Sauvignon, em Napa Valley, a Argentina soube redefinir uma variedade ofuscada e fazê-la cruzar fronteiras outrora nunca imaginadas.O Segredo da Malbec ArgentinaTerroir, terroir, terroir… Eis o segredo da Malbec em solo hermano.A combinação da uva certa, no solo certo, sob o clima certo e manejada pelos produtores certos, transformou a casta numa potência de vendas. Se havia dúvidas sobre a influência do terroir na qualidade da uva, pode-se utilizar o case de sucesso da Malbec como prova viva disso.Malbec World Day e sua OrigemE por que o 17 de Abril para a comemoração do Dia Mundial da Malbec?Foi neste dia em 1853 que a primeira escola agrícola da Argentina foi fundada, na esperança de adaptar uvas francesas ao solo de Mendoza. A data é um símbolo da transformação da indústria vitivinícola argentina e o ponto de partida para o desenvolvimento da Malbec, figura emblemática exportada pelo país para os quatro cantos do mundo, e tão estimada quanto a camisa 10 alviazul e o dulce de leche. Não tenha pena de abrir aquela ampola há muito guardada na adega e comemore a data em grande estilo. Mas não sem antes conferir a oferta especial que a VinumDay preparou para este Malbec World Day! Saúde!
Desmistificando a Relação Vinho vs. Chocolate

Desmistificando a Relação Vinho vs. Chocolate

De elaboradas trufas às barras em promoção nos supermercados, passando pelos ovos recheados, tão em voga nessa época do ano,  o chocolate está em alta e devemos desmistificá-lo como alimento harmonizante. Vinho e chocolate não são como água e óleo; merecem andar juntos, e as combinações são muitas e deliciosas.Então, deixe-se contagiar pelo espírito da Páscoa e acompanhe algumas dicas preciosas para aproveitar ao máximo essa dupla deveras interessante.Dicas para Harmonizar Vinho e ChocolateEquilibre o Dulçor: de forma a obter o máximo de ambos, a regra sempre é a de parear um vinho mais doce do que a sobremesa. Assim, o vinho não parece nem amargo nem azedo. A dica vale também para o chocolate, geralmente. Porém, algumas exceções se mostram pertinentes. Tintos secos, jovens e maduros harmonizam bem com chocolates com alto teor de cacau. Os exemplares amargo e meio-amargo, praticamente neutros em seu teor de açúcar, podem até vir a valorizar as notas frutadas, tostadas e de baunilha presentes no vinho.Briga de Pesos Pesados: chocolates mais encorpados e gordurosos pedem vinhos à altura. Os fortificados, com sua doçura, e taninos e álcool altos, tendem a segurar melhor toda essa riqueza de sabores.Harmonize pela Semelhança: tanto vinho quanto chocolate oferecem uma gama invejável de sabores e aromas. Identifique os que, normalmente, cairiam bem com o chocolate e estão presentes também nos vinhos: bala toffee, castanhas, amêndoas, cerejas, especiarias doces, grãos torrados… Quando possível, harmonize um que remeta ao outro.Não Tenha Medo de Experimentar: saboreie também as combinações pouco convencionais. Há um sem-número de chocolates no mercado que apostam no uso de ingredientes inusitados. Use seu conhecimento de vinhos para encontrar o seu par perfeito. Chocolate com pimenta? Sem problemas! Vamos de vinhos com bom corpo e notas picantes. E com bacon? Ora, eu pensaria em outras maneiras melhores de utilizar o ingrediente sagrado, mas, por que não? Vamos de tintos defumados e evoluídos!Não há resposta errada. Como bem disse o editor da publicação americana Wine Spectator, Owen Dugan, “mesmo que não seja a harmonização perfeita, ainda assim estamos bebendo vinho e comendo chocolate, que é o que importa.”Feliz Páscoa, com vinho! 
Cozinhando com Vinho Antes, Durante e Depois!

Cozinhando com Vinho Antes, Durante e Depois!

O vinho é indispensável para a culinária. Simples assim. E não somente acompanhando o cozinheiro na empreitada. Ele pode e deve ser utilizado no preparo dos seus pratos favoritos, inclusive, é bastante provável que eles fiquem ainda melhores se o vinho adequado ou um exemplar de melhor qualidade for usado. Quem nunca ouviu que  “só se usa na comida um vinho que se beberia à mesa” ?  Concordamos totalmente. E mais! Acreditamos que não se deve ter pena na quantidade. Seja generoso que o resultado final também o será, em aromas e sabores.Vinho de Cozinha Existe?Sim. Há variedades e estilos de vinhos pensados exclusivamente para o uso culinário.  Várias empresas têm se especializado em dedicar parte da sua estrutura para a produção de rótulos que são indicados apenas para a cozinha. A grande vantagem deles é, indiscutivelmente, o preço. Ao invés de ver parte do vinho escolhido para escoltar a refeição indo panela adentro, tem-se um exemplar somente para o preparo do prato. São produtos feitos e pensados para suportar um bom tempo abertos na geladeira e que não mudam sob mudanças drásticas de temperatura de armazenamento, visto que contam com a adição de conservantes e outros ingredientes pensados para dar mais sabor aos pratos. Não devem ser bebidos, diga-se de passagem.Existem, também, vinhos que com o tempo passaram a ser conhecidos como “culinários”, no entanto, não nasceram especificamente com essa atribuição em mente. Um exemplo bastante famoso é o italiano Marsala. Dos tipos seco e doce, cozinha-se com esse tradicional vinho siciliano desde que foi criado, o que se estima ter ocorrido no século XVIII. Muito popular nas cozinhas da Sicília, ultrapassou fronteiras e se viu incluído em uma infinidade de receitas mundo afora. Embora contribua - e muito - no sabor de tanto pratos doces quanto salgados e seja um verdadeiro sucesso entre os cozinheiros, aprecia-se, sim, um bom Marsala como acompanhante das refeições e sobremesas muito mais na taça no que na frigideira.E Cozinha Sem Vinho?Pode até ser que sim, mas não recomendamos!Todas as nossas dicas de harmonização ganham muito quando preparadas com vinho, e, invariavelmente, também com o vinho que está sendo comprado!Quando o álcool evapora - ele sempre evapora com pouquíssimos segundos de aquecimento, sem representar perigo algum para crianças, por exemplo - cria-se novas camadas de sabor nas receitas, algo que outros líquidos não são capazes de fazer. Um bom risoto ganha nova vida com um pouco de vinho branco; um bouef bourguignon faz o mesmo com os tintos. Em um primeiro momento, brasato al Barolo soa como sacrilégio, mas fica dos deuses se o néctar do Piemonte entrar no preparo.Aproveite, e cozinhe sem moderação!

como

funciona

Icone Cinza Vinho

Um por dia

A cada dia oferecemos um vinho por um preço super especial (em 99% dos casos é o melhor preço que você irá encontrar no mercado online).

Icone Cinza Adega

Adega Virtual

Todas as compras que você realiza na VinumDay são enviadas para a sua adega virtual. Esse sistema exclusivo lhe permite acumular compras feitas em datas diferentes para obter frete reduzido ou gratuito.

Icone Cinza Frete

Frete Grátis

Ao acumular compras na adega virtual acima de um determinado valor (que varia de R$ 400 a R$ 800 - dependendo da sua região) você pode solicitar a entrega com frete gratuito.

Icone Cinza Cartoes

Pagamento

O pagamento pode ser realizado através de cartão de crédito ou então via depósito bancário/DOC/TED.

Vinho do dia
Descubra o vinho do dia
Abrir vinho do dia
Conde de Vimioso
11/Mai

Conde de Vimioso

Sommelier 2018

Saiba mais

CONHEÇA NOSSA OFERTA DA SEMANA

Panizzon

Maximus 2020

Nossa Oferta da Semana é um lançamento sensacional!

Muito ansiado pelos nossos confrades enófilos – que nos perguntam da nova safra há alguns meses – chega com a mesma indiscutível qualidade e a imbatível relação custo x prazer em degustar que o colocam certamente entre as maiores barganhas da indústria nacional!

Maximus é o vinho ícone da gaúcha Panizzon. Uma das maiores empresas brasileiras do ramo de bebidas, foi fundada em 1960 por Ricardo Panizzon, e hoje é comandada pela 3ª geração da família.

Sua sede está situada em Flores da Cunha, mas possui vinhedos em diversas regiões do estado.

Elaborado através de uvas colhidas nos Campos de Cima da Serra, é um blend das francesas Cabernet Franc e Merlot com as italianas Sangiovese e Ancellotta. As castas são fermentadas separadamente em tanques de aço inoxidável a exatos 18°C sob a ação de leveduras selecionadas e com remontagens diárias.

Ambos os vinhos maturam em uma mescla de carvalho francês e americano por 12 meses, quando, então, é feito o assemblage.

O visual vermelho-rubi brilhante abre alas para aromas de frutas vermelhas silvestres maduras, junto a amora e um toque de ameixa, escoltadas por notas de especiarias - canela e noz-moscada, floral de rosas vermelhas e uma nuance de chocolate e café.

Na boca revela-se muito macio e agradável, com acidez no ponto certo, taninos leves e aveludados, corpo médio e boa intensidade de sabor, onde o tostado aparece de forma mais evidente.

É um tinto que entrega muito mais complexidade do que se imaginaria para um rótulo nessa faixa de preço; uma grata surpresa que você tem o prazer de conhecer em primeira mão aqui na VinumDay, e que merece figurar em sua Adega Virtual com pelo menos 6 garrafas!

Aproveite!

Leia mais
Apenas R$ 44,90
Saiba mais

CONHEÇA TAMBÉM A OFERTA DO DIA

Conde de Vimioso

Sommelier 2018

O nosso Grandes Talentos da Enologia traz hoje uma das mais respeitadas, admiradas e habilidosas enólogas portuguesas, a Antonina Barbosa.

Formada em bioquímica, foi ninguém menos do que João Portugal Ramos – uma lenda da vitivinicultura portuguesa, que trouxe Antonina para a enologia. Extremamente promissora, a profissional prefere os bastidores aos holofotes e defende que a competência vem do talento e de muito estudo: “sou fã da ideia de que para se fazer as coisas simples e com pouca intervenção tem que ser saber muito.”

João a escalou para coordenar seu projeto na região do Tejo – a Falua, vinícola fundada em 1994 na quente e seca região da Charneca, na margem esquerda do rio Tejo, considerada o melhor terroir da denominação. O destaque é seu solo: pobre e essencialmente arenoso coberto por uma bela camada de calhau rolado. Segundo a vinícola, “é sem dúvida, e modéstia a parte, e desculpe-se o exagero, a vinha mais bonita de Portugal.”

O principal reconhecimento de Antonina veio em 2020, quando a Revista de Vinhos, uma das principais publicações de Portugal, elegeu seu Conde de Vimioso como a Marca do Ano 2020.

O Conde de Vimioso Sommelier é uma homenagem aos profissionais do ramo, responsáveis por traduzir o trabalho de enologia para o consumidor. Nesta safra 2018, traz em sua composição um blend formado por Aragonez, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot e Syrah, que depois de vinificadas separadamente em balseiros de carvalho, amadurecem por mais 12 meses em barricas de carvalho francês novas e de segundo uso.

Em sua degustação apresentou no olfato aromas de framboesas e cerejas maduras, alcaçuz vermelho, baunilha, violetas, fumaça e cacau. No palato se mostra muito equilibrado, com uma bela concentração de fruta, que faz com seus 14% de álcool fiquem imperceptíveis; os taninos estão maduros e carnudos, que aliados a uma ótima acidez lhe conferem grande vocação gastronômica.

Delicioso e impecável! Aproveite o ótimo desconto que a VinumDay negociou para garantir sua garrafa por menos de 100 reais. São apenas 180 garrafas disponíveis.

“Mãos sábias tratam os pés de vinha com carinho e mestria. No preparo ao longo do ano, no corte, no aparo, no tratamento. Tudo para que a Primavera veja despontar as primeiras flores e daí resultem os cachos que nos darão a matéria-prima para que na vindima os sorrisos se rasguem pela confiança na qualidade da uva. Porque nem só à mãe natureza se pode deixar o cuidado com as nossas vinhas.” – Falua.

Leia mais
Apenas R$ 99,90
Saiba mais

Cadastre seu e-mail e receba descontos e promoções

Fechar
VinumDay

Seja bem-vindo

Você ganhou R$20 de desconto em sua primeira compra.

Deixe seu e-mail para receber o cupom.