Premio Premio Premio Premio Premio
Laura Hartwig Laura 2013

Laura Hartwig Laura 2013

Oferta encerrada em 13/01/2021. Não há disponibilidade em estoque deste produto.

tinto

Tipo

tinto

Chile

País

Chile

Safra

Safra

2013

Teor Alcóolico

Teor

14%

Laura Hartwig: que vinícola sensacional!

Dos vinhos que passaram por aqui, poucos podem ter sua qualidade descrita abaixo do nível “excelente”. Mas hoje é dia de apresentar algo que beira a perfeição.

Mescla de quatro variedades: Cabernet Sauvignon (41%), Malbec (32%), Cabernet Franc (15%) e Petit Verdot (12%). As uvas se originam em Santa Cruz, no Valle do Colchagua, e passam por uma seleção tripla: no vinhedo, apenas cachos perfeitamente maduros são colhidos. Na chegada à vinícola, os grãos são selecionados manualmente. Após a vinificação e maturação — de 20 meses em carvalho francês de primeiro uso.

Na taça ele revela diversas facetas: de frutas frescas como o figo, à maduras como morango, cereja e cassis. De notas refrescantes como menta e cânfora, aos toques tostados do carvalho, passando ainda por nuances de pimenta preta e chocolate ao leite.

Na boca uma excelente acidez e taninos carnudos estruturam um conjunto encorpado, porém alinhadíssimo, e repleto de intensidade de sabor. É um tinto que persiste no palato por um longo tempo, com notas de cereja doce e chocolate ecoando no fim de boca.

ler mais

Laura Hartwig Laura 2013

Baixar Baixar ficha técnica

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Baixar

Tipo

tinto

Baixar

Safra

2013

Baixar

Teor Alcóolico

14%

Baixar

País

Chile

Baixar

Região

Valle de Santa Cruz (Colchagua)

Baixar

Vinícola

Viña Laura Hartwig

Baixar

Temperatura de Serviço

16°C a 18°C

Baixar

Guarda

até 2028

Baixar

Decanter

de 45 a 60 minutos

Baixar

Maturação

estagiou em barricas de carvalho francês novas por 20 meses, mais 12 meses de afinamento em garrafa

Baixar

Castas

41% Cabernet Sauvignon 32% Malbec 15% Cabernet Franc e 12% Petit Verdot

Baixar

Premiações

96 pontos James Suckling | 95 pontos Tim Atkin | 95 pontos Guia Descorchados | 94 pontos La Cav | 91 pontos Robert Parker | 4.2 estrelas Vivino

Vedante

Natural

Natural

Aglomerada

Aglomerada

Twin Top

Twin Top

Silicone

Silicone

Screw Cap

Screw Cap

Champagne

Champagne

Taça

Bordeaux

Bordeaux

Borgonha

Borgonha

Montrachet

Montrachet

Riesling

Riesling

Flute

Flute

Dessert

Dessert

Análise sensorial

Análise visual
Análise visual
Descrição
vermelho intenso com reflexoes violáceos
Análise olfativa
Análise olfativa
Intensidade
Baixa

Alta
Evolução
Primário

Terciário
Descrição
frutas vermelhas e negras maduras, em que se destacam cereja, framboesa, amora e ameixa, com um toque de figo fresco; nota herbácea que remete a pimenta-vermelha; mentolado; chocolate, baunilha
Análise gustativa
Análise gustativa
Doçura
Seco

Doce
Intensidade
Baixa

Alta
Acidez
Baixa

Alta
Tanino
Baixa

Alta
Corpo
Leve

Encorpado
Persistência
Curta

Longa
Descrição
carga frutada se confirma escoltada por notas especiadas doces e um toque mentolado refrescante; encorpado, robusto, de encher a boca, com acidez crepitante e taninos firmes e extremamente refinados; final longuíssimo, com a fruta e uma nota de chocolate em destaque
Culinária Culinária
CarnesCarnes

Suíno

Cordeiro

Gado

Caça

Curada
QueijosQueijos

Médios

Duros
Da terraDa terra

Hortaliças

Legumes

Cogumelos
AmidosAmidos

Massas

Risotos

Polenta

Tubérculos
TemperosTemperos

Pimentas

Ervas
Descrição
salada caprese, choripán tradicional, polenta tostada ao ragu de cogumelos, entrecote na brasa, paleta de cordeiro assada no forno com alho negro e alecrim, risoto de tomate seco e rúcula

VEJA TAMBÉM A OFERTA DA SEMANA

Frentana Costa del Mulino

Abruzzo Pecorino 2019

Alguns dos mais deliciosos vinhos brancos da Itália estão em Abruzzo. A linda porção de terra do sudeste italiano que tem praticamente metade do seu território composta por parques e reservas naturais se orgulha da produção de uvas locais, os vinhos que resultam delas e de poder vendê-los a preços muito mais convidativos do que os toscanos e piemonteses.

A diferença de elevação entre o mar Adriático e as colinas de Abruzzo cria uma invejável variação de temperatura. Uma vez que o oceano absorve calor durante o dia e o libera à noite, as brisas também são constantes. O resultado se dá em videiras sadias e entregando grãos perfeitamente maturados.

Descrita pelo comentarista de vinhos da revista Forbes Tom Mullen como “uma das castas brancas autóctones de Abruzzo que você ainda não conhece, mas deveria”, a Pecorino é expressiva e temperamental, refletindo o terroir onde é cultivada sem reservas. Sorte dos dedicados e pacientes vinhateiros da região que a ressuscitaram nos anos 90 e recobraram seu esplendor.

Cantina Frentana possui 400 cooperados vinicultores que dividem suas pequenas propriedades familiares entre o cultivo de uvas e azeitonas. Os 800 hectares dedicados aos vinhedos estão nas colinas de Frentana, que se estendem entre a porção final do maciço de Majella e a Costa dei Trabocchi, à beira do Adriático.

Um verdadeiro mosaico de microclimas em que a influência marítima, a altitude e o solo – de argila, cascalho e calcário – exercem total influência nas características mostradas pela Pecorino cultivada ali. O varietal Costa del Mulino da safra 2019 que o diga. É um branco complexo na medida certa, em que a variedade se mostra exuberante nos aromas e untuosa no sabor, com corpo e personalidade sem perder o frescor.

A colheita dos grãos foi feita manualmente em meados de setembro, e as uvas, prensadas suavemente. Após maceração e fermentação sob temperatura controlada, o vinho maturou em tanques de aço inoxidável por seis meses, afinando em garrafa até ser lançado no mercado.

É bastante intenso na cor, com um tom de amarelo que puxa para o dourado. Os aromas são um mix de frutas tropicais, de caroço e cítricas, em que se distingue abacaxi fresco, pêssego maduro e limão-siciliano, seguidos por uma nota floral, e enlaçados por um toque de mel. Em boca a fruta chega fresca e com agradável acidez, limpando o palato e abrindo espaço para um final de nuances florais e temperos frescos.

Notadamente  harmonioso, mostra enorme vocação gastronômica. A origem do nome da casta, inclusive, remonta à transumanza, a tradicional migração das ovelhas da montanha para a planície duas vezes ao ano. Pecora, em italiano, é ovelha, e os bichinhos durante o trajeto ficaram famosos por experimentar os grãos de uvas que encontravam.

Quem sabe um prato com queijo Feta? Caberia como uma luva ao lado de um spaghetti com o famoso queijo de ovelha, tomates-cereja, manjericão e um bom azeite de oliva.

Excelente pedida para variar nos brancos à mesa, chega até você com ótimo preço e melhor ainda recomendação por parte da Curadoria VinumDay.

Saúde!

Leia mais
Apenas R$ 119,90

CONHEÇA NOSSAS OFERTAS ESPECIAIS

Acessórios
Marcador de Taças

Marcador de Taças

R$ 29,90

Cadastre seu e-mail e receba descontos e promoções

Fechar
VinumDay

Seja bem-vindo

Você ganhou R$20 de desconto em sua primeira compra.

Deixe seu e-mail para receber o cupom.